Compartilhe:

Manifestações contra as medidas provisórias 664 e 665

Postado por Sindicato em 30 de janeiro de 2015

nem-que-a-vaca-tussa

 

Após as manifestações do dia 28 de janeiro contra as medidas provisórias 664 e 665, governo acena com a possibilidade de rever as mudanças na regra do seguro desemprego, que passou a exigir 18 meses de registro em carteira como período mínimo para primeira solicitação do benefício.

O ato organizado pelas centrais sindicais CSB, CTB, CUT, Força Sindical, NCST e UGT, realizado em todo o país na última quarta feira, parece ter mostrado que o trabalhador está atento e não vai aceitar a redução dos direitos trabalhistas. As centrais esperam uma mudança nas propostas já na próxima semana, para quando está marcada uma nova reunião entre os representantes dos trabalhadores e os do governo.

As MPs 664 e 665 alteram regras para benefícios sociais e trabalhistas como pensão, auxílio-doença e seguro desemprego, entre outras.

Compartilhe: