Compartilhe:

Edição julho | 2016

Postado por Sindicato em 11 de agosto de 2016

ELEIÇÃO

REELEITA, DIRETORIA TEM MANDATO ATÉ 2021

As eleições para a diretoria do Sindicato dos Químicos de Americana e Região aconteceram nos dias 12 e 13 de abril e a chapa 1 foi reeleita com mais de 97% dos votos.

Todo o processo de distribuição de urnas, coleta de votos e apuração foi coordenado pelo companheiro Edson Dias Bicalho, secretário geral da FEQUIMFAR – Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo e contou com o apoio de diversas lideranças sindicais de Americana e de várias outras cidades do Estado, que contribuíram para a realização da votação.

ASF_4145
O presidente da FEQUIMFAR Serginho e Fabrício na apuração dos votos que reelegeram a atual diretoria

Sérgio Luiz Leite, presidente da FEQUIMFAR e Antonio Silvan Oliveira, presidente da CNTQ – Confederação Nacional dos Trabalhadores Químicos também estiveram presentes e colaboraram na apuração dos votos.

A Chapa 1, única chapa concorrente, obteve 97,8% dos votos válidos e o presidente Fabrício Cardoso Cangussu foi reeleito juntamente com os outros membros da atual diretoria. “Mesmo com toda a rotatividade que existe na categoria, conquistamos uma grande vitória que foi a participação da maioria dos associados na votação. A atual crise política e econômica que o país atravessa tenta colocar o trabalhador contra o sindicato, mas a votação massiva que obtivemos nos mostra que o trabalho está sendo feito da maneira correta”, disse Fabrício.

A nova diretoria foi reeleita para o mandato 2016-2021.

Agradecimentos

O Sindicato dos Químicos de Americana e Região reafirma os sinceros agradecimentos, em especial, aos trabalhadores da categoria que compareceram e votaram e a todos que colaboraram para a realização das eleições.

Sindicato do Condutores de Americana e Região, Sindicato da Borracha de Americana, Sindicato dos Comerciários de Americana, FEQUIMFAR – Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo, STI Sorocaba, STI Cosmópolis, STI Salto, STI Itapecerica da Serra, STI Bauru, STI Itapetininga, STI Rio Claro, STI Marília, STI Ribeirão Preto, STI Itatiba, STI Ipaussu e funcionários do Sindicato.

FINAL GERAL

COPA DOS QUÍMICOS

O jogo realizado no domingo (24) entre o Laboratório Tayuyna, equipe campeã de Americana, e a Duplas, campeã de Piracicaba, marcou o encerramento da Copa dos Químicos deste ano.

Em um jogo equilibrado do início ao fim, a Duplas (foto) venceu por 4 a 3 com um gol marcado quando faltavam apenas dois minutos para o final da partida.

O Sindicato parabeniza os campeões, todas as equipes que participaram da competição e aos amigos e familiares que prestigiaram e, por mais um ano, fizeram o sucesso da Copa dos Químicos.

ASF_7540a

EDITORIAL

Os dias vão se passando e as verdades aparecendo. É assim que o início do governo de Michel Temer (PMDB) tem mostrado a que veio. Romero Jucá (Planejamento), Fabiano Silveira (Transparência) e Henrique Eduardo Alves (Turismo) são, agora, ex-ministros do atual governo interino. Não bastasse a queda meteórica, mais nomes do primeiro escalão estão vagando pelo universo da delação premiada promovida pela Operação Lava Jato.

Dos 24 ministros nomeados após o afastamento da presidente eleita Dilma Rousseff (PT), pelo menos 11 aparecem nas investigações sobre a corrupção na Petrobras e em outras estatais.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, aquele que recebeu propostas para a educação oferecidas pelo ator pornô Alexandre Frota, é suspeito de ter recebido propina de R$ 100 mil quando foi candidato a deputado federal, em 2014. Ele nega.

Segundo a Folha de São Paulo, o ministro do Meio Ambiente Sarney Filho teria sido citado na delação de Sérgio Machado, que aponta o recebimento de 400 mil reais como “vantagens ilícitas em doações oficiais”, também na campanha para deputado federal de 2014. Sarney Filho nega. Dessa maneira o governo de Temer segue balançando.

O Congresso Nacional conservador, com a maioria dos deputados vindos do setor patronal, industrial ou ruralista, continua votando e aprovando propostas que prejudicam os trabalhadores como a redução dos direitos adquiridos e mudanças nas regras para aposentadoria. Claro que isso tudo já vinha acontecendo antes do afastamento, porém, mesmo que aprovados nas casas de leis, esses projetos peçonhentos poderiam ser vetados pela presidente eleita Dilma, mas não serão pelo interino Temer, que também representa os interesses dos setores patronais como a Fiesp, umas das principais financiadoras do processo de impeachment em curso.

Cabe aos sindicatos a organização dos trabalhadores e a estes, a mobilização para a luta contra o desmonte da Previdência Social como o fim da aposentadoria especial, contra a redução dos direitos adquiridos como o descumprimento à CLT e outras atrocidades que só farão gerar prejuízos à classe trabalhadora.

MPF e PF buscam responsáveis por fraudes em perícias médicas

O Ministério Público Federal e a Polícia Federal deflagraram, no dia 31 de maio, a chamada Operação Hipócritas, que investiga fraudes em perícias médicas de processos trabalhistas da capital e do interior do Estado. De acordo com o MPF, os peritos são acusados de receber propina de grandes empresas para fraudar laudos de trabalhadores afastados por doença ou acidente de trabalho.

Os agentes da Polícia Federal cumpriram três mandados de prisão preventiva, 40 de condução coercitiva e 52 de busca e apreensão em Americana, Guarulhos, São Paulo, Campinas, Indaiatuba, Jaguariúna, Barueri, Piracicaba, São Bernardo do Campo, Jundiaí, Sumaré, Limeira, Casa Branca, Valinhos, Paulínia, São Roque, Bragança Paulista, Itu, Sorocaba e São Caetano do Sul.

A denúncia feita pelo Sindicato dos Metalúrgicos indica que os crimes são praticados por multinacionais e empresas do setor automobilístico. Um dos médicos envolvidos é acusado de fraudar mais de 100 perícias e pode ser condenado a mais de 200 anos de prisão.

Os suspeitos de fraudar os laudos médicos recebiam duas vezes pelo serviço. Quando as empresas eram favorecidas pelo laudo, a propina era paga à vista. Ao fim do processo que corria na justiça, o perito recebia novamente pelos serviços prestados ao Tribunal Regional do Trabalho.

É inaceitável que bandidos travestidos de funcionários públicos e empresários sem escrúpulos formem uma quadrilha para fraudar os já escassos direitos dos trabalhadores. Cabe aos sindicatos intensificar as fiscalizações, acompanhar esse processo e exigir punição rigorosa aos culpados.

“Operação Hipócritas” faz menção ao juramento de Hipócrates, no qual os formandos prometem exercer o ofício de médico honestamente e não causar mal aos pacientes. Os suspeitos podem responder pelos crimes de falsa perícia, corrupção de perito judicial, corrupção passiva e ativa e lavagem de dinheiro.

Fonte: Agência Brasil

COPA DOS QUÍMICOS

DUPLAS É A CAMPEÃ DE PIRACICABA

Em um jogo quente do início ao apito final, disputado de igual para igual, o time da Duplas venceu e ficou com a taça da edição 2016 da Copa dos Químicos de Futebol Society de Piracicaba.

A Weidplas foi a vice-campeã e garantiu ainda os troféus de artilheiro para João Lucas Figueiredo Petrini e de melhor goleiro da competição, pelo segundo ano consecutivo, para Ricardo Rizato.

A competição completa três anos de vida e segue crescendo a cada edição. No primeiro ano a Copa foi realizada somente em Americana e participaram equipes da cidade sede, de Nova Odessa e de Santa Bárbara D’Oeste. Em 2015 o torneio passou a ser realizado também em Piracicaba e contou com a participação de equipes de Limeira, abrangendo assim, praticamente, toda a base territorial do Sindicato. Nesta edição participam da competição 18 equipes sendo que 11 delas jogaram em Americana e 7 em Piracicaba.

Para o presidente da entidade Fabrício Cardoso Cangussu, a Copa dos Químicos se tornou um importante evento no calendário do Sindicato. “A competição tem a finalidade de promover entretenimento aos sócios e seus familiares e as equipes que participaram do torneio em Piracicaba estão de parabéns pois, além do alto nível técnico e da disciplina em campo, observamos a presença de muitos familiares e amigos durante os jogos da Copa”, disse Fabrício.

ASF_6421a
A Duplas venceu a Weidplas por de 2 a1 na final da Copa dos Químicos 2016 de Futebol Society de Piracicaba

ADV LEVA O TROFÉU DE AMERICANA

A final da Copa dos Químicos 2016 de Futebol Society de Americana foi realizada no sábado, dia 16 de julho e a equipe da ADV Tayuyna, de Nova Odessa, venceu o time da Greiner pelo placar de 6 a 4, sagrando-se campeã da competição.

O melhor goleiro foi Adnam Manfrinato, também da Tayuyna. Já o troféu de artilheiro ficou com o jogador Wender Henrique, da Hanier, com 21 gols marcados.

Iniciada no dia 4 de junho, a competição somou 28 jogos com 306 gols marcados, tendo a expressiva média de 10,9 gols por partida.

Para o presidente do Sindicato Fabrício Cardoso Cangussu, o campeonato atingiu o objetivo de promover a integração entre os trabalhadores da categoria. “A participação de 11 equipes nesta edição marcou o crescimento da Copa dos Químicos e esse é um dos motivos que nos incentiva a continuar com o torneio. Esperamos que no próximo ano este sucesso seja maior ainda”, concluiu Fabrício.

ASF_7228a
Equipe do Laboratório Tayuyna recebeu a premiação do presidente do Sindicato Fabrício Cardoso Cangussu
quadro
1 – Wender, artilheiro da Copa dos Químicos de Americana, recebeu o troféu do presidente Fabrício | 2 – Adnan, melhor goleiro do campeonato de Americana | 3 – Ricardo Rizato, melhor goleiro da Copa dos Químicos de Piracicaba pelo segundo ano consecutivo | 4 – João Lucas, artilheiro do torneio de Piracicaba

 

junho.cdr

 

 

Compartilhe: